lunes, 23 de diciembre de 2013

Argentina y Brasil concluyen la fase A del proyecto SAC-E / SABIA-Mar

El prestigioso blog Brazilian Space publicó una nota de la Agencia Espacial Brasilera (AEB) informando que concluyó la primera fase del proyecto SAC-E / SABIA-Mar (Sigue a continuación, la nota original en portugués).

Brasília 20 de Dezembro de 2013 - O Comitê Internacional de Avaliação da Missão Sabia-Mar (Satélite Argentino-Brasileiro de Informações Ambientais), formado por representantes da Agência Espacial Brasileira (AEB), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), da Comissão Nacional de Atividades Espaciais da Argertina (CONAE), e de entidades internacionais ligadas a atividades espaciais, reuniu-se no início do mês, em Buenos Aires, na Argentina, para a revisão final da Fase A do projeto binacional.


Esta fase, que engloba todo o planejamento da missão, a relevância dos dados científicos a serem recolhidos, a factibilidade dos equipamentos que serão usados e a operacionalidade da missão, foi aprovada na totalidade. Com esta medida, dá-se um passo importante para a continuidade da missão, que prevê o lançamento do Sabia-Mar 1 em 2018.

Durante a Fase A foram realizados diversos encontros técnicos no Brasil e na Argentina, sendo dois deles com a participação de potenciais usuários dos dados produzidos pelo Sabia-Mar e de representantes de indústrias ligadas ao setor aeroespaciais.

A Fase B, que inclui o Projeto Preliminar do Satélite, deve começar em janeiro próximo, com programação para estar concluída em dez meses. Em seguida, inicia-se a Fase C, que trata da incorporação dos equipamentos no satélite, dos teste dos diversos sistemas e do lançamento.

Comitê – O Comitê de Avaliação Internacional é composto pelo diretor de Política Espacial e Investimentos Estratégicos da AEB, Petrônio Noronha de Souza, Fernando Hisas, Ana Hernádez, Laura Frulla, Jorge Milovic, todos do CONAE; Evlyn Novo, do INPE, Gene Feldman, Amit Sem, ambos da Agência Espacial Norte-Americana (NASA), Roberto Fernandez Borda, da UMBC, e Maycira Costa, da Universidade de Victoria, do Canadá.

O presidente da AEB, José Raimundo Coelho, que estava na China acompanhando o lançamento do CBERS-3, foi representado na reunião pelo diretor da área de satélites, Carlos Alberto Gurgel. Pelo INPE, o processo de avaliação também foi acompanhado pelo engenheiro Marco Chamon.

A missão Sabia-Mar, a ser desenvolvida com dois satélites com vida útil de cinco anos cada um, objetiva a observação dos oceanos, da zona costeira e de águas interiores (lagos, represas, rios) da América do Sul. Como aplicações principais têm-se o estudo do ciclo de carbono, da biosfera marinha, da identificação de zonas potenciais de pesca, e para o controle de eventos como vazamento de petróleo, entre outras.

Fuente: brazilianspace.blogspot.com

No hay comentarios :

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.